Pesquisar este blog

21.1.09

Cheng-Pong 515

FRASE
Tudo aquilo que algum filho da puta diz que é” URGENTE “, sempre é algo que algum imbecil deixou de fazer em tempo hábil e quer que você se foda para fazer em tempo recorde.
(Rakesheh Vilmiintuchy - Monge Tibetano)

NA DITADURA MILITAR
*Podíamos acelerar nossos carros a 120km/h sem a delação dos radares, mas não podíamos falar mal do presidente.
*Podíamos cortar a goiabeira do quintal, empesteada de taturanas, sem que isso constituísse crime ambiental, mas não podíamos falar mal do presidente.
*Podíamos tomar nossa redentora cerveja após o expediente, sem o risco de sermos jogados à vala da delinqüência, mas não podíamos falar mal do presidente.
*Não usávamos eufemismo hipócritas para fazer referências a raças, credos ou preferências sexuais, e não éramos processados por isso, mas não podíamos falar mal do presidente.
*Íamos a bares e restaurantes com mesas cheias de fumantes, os quais não eram tratados como marginais, mas não podíamos falar mal do presidente.
*Galanteava a menina do escritório e não sofria processo judicial por assédio, mas não podiamos falar mal do presidente.
*Hoje a única coisa que podemos fazer é falar mal do presidente! Mais nada…

LETRA
A velhinha vai ao oftalmologista. Pergunta o médico, mostrando a ela um cartaz cheio de letras:
-Que letra é esta?
Responde a velha:
-Efe!
-Não vovó! Esta letra é um "esse"! -corrige o doutor.
E a velhinha:
-E eu não dife ifo?"

PRESENTE
E o seu Galholfo pede a opinião de um colega sobre que presente de aniversário ele deve comprar para o seu melhor amigo. O colega sugere:
- Dê um par de meias.
O seu Galholfo contesta:
- Você está louco? É o meu melhor amigo! Sabe o que ele deu de presente de Natal para a minha esposa? Um casaco de visom! Legítimo!
- Puxa! Então dá uma caneta importada, daquelas bem chiques!
- Não, não! Isso é muito mixuruca! Sabe o que ele deu de presente de aniversário para a minha esposa? Um colar de pérolas! Legítimas!
- Bom, então, sei lá! Dá um par de sapatos de cromo alemão!
- Nada disso! Ainda é muito pouco! Você sabia que nas férias da minha esposa ele financiou uma viagem para ela até Paris? E ele, que é um homem muito viajado, fez questão de ir como guia!
- Bom, Galholfo, eu já vi que só tem uma coisa que você pode dar para ele!
- E o que é?
- Uma chifrada!

CASAMENTO
-Nhô Conélio,ando em dúvida se devo ou não casar.Que é que o senhor acha do casamento?
O caipira alisou os fiapinhos do cavanhaque, cuspiu pró lado e falou:
-O’i,minino...casamento,prá dizê a verdade,é o mesmo qui comprá fumo...
-Ora essa! Que é que vosmicê quer dizer com isto!?
-Puis é...Casá e comprá fumo é a mesma coisa; vancê escóie,compra um rolo di fumo... A primeira vorta é danado de bão... mas,o resto: vosmicê pita só prá nun perdê seu dinheirin’...

APOSENTADORIA
Quando apresentou a documentação para a merecida aposentadoria do INSS, a atendente pediu a carteira de identidade pra confirmar a idade... Procurou e percebeu que esquecera o documento em casa.
- Vou até lá buscar e volto em seguida.
A mulher me disse:
- Desabotoe a camisa.
Abriu a camisa meio sem jeito e revelou o tórax cheio de cabelos grisalhos e ela disse:
- Esse cabelo prateado é prova bastante para mim,
Processou o protocolo, recebendo a documentação.
Quando chegou em casa e conto pra sua véia sobre a experiência no guichê do INSS, ela disse:
- Você devia ter baixado as calças. Ia conseguir uma aposentadoria por invalidez!

CAIPIRA MACHO
Um capiau daqueles que se acha muito macho, mas muito ignorante, foi a cidade se divertir um pouco. Encontrou um parque de diversões, onde tinha uma barraca de tiro ao alvo. Chegando na barraca uma moça muito simpática veio atendê-lo, ele pegou a espingarda e pá, pá, pá, acertou todos os alvos. A moça sorrindo fala:
- O senhor acertou todos os alvos! isso quer dizer que você tem direito a um prêmio. Temos este ursinho de pelúcia, não é lindo?
- O que é que eu vou fazer com isso? Não sou mulherzinha, não tenho mulher, não tenho namorada, não conheço nenhuma mulher, não quero esta porcaria. Por que não tem um prêmio melhor?
Aí vendo, que o caipira não ía mais parar com aquele falatório, a moça dá para ele uma tartaruguinha como prêmio. Ele dá uma olhada, olha novamente o bichinho, e vai embora levando a tartaruga.
No dia seguinte ele retorna na mesma barraca, começa a jogar, atirando nos alvos e acerta todos novamente. A moça pergunta se ele quer ficar com o ursinho de pelúcia.
- Não quero essa porcaria, não sou mulherzinha, não tenho mulher, não tenho namorada...
A moça vendo que ía começar tudo outra vez, para encerrar aquela reclamação, pergunta:
- Então o que o senhor quer ganhar desta vez?
- Ah! Mê dá um sanduíche igual ao de ontem.

CEGUINHO
Um cão faz xixi num cego parado na esquina para atravessar a rua.
Ao sentir um líquido sobre a perna, o cego enfia a mão no bolso e oferece uma bolacha ao cão.
Ao ver a cena uma menina diz:
- Nossa como você é bonzinho! O cão fez xixi em você e você da uma bolacha para ele!
- Que nada pequenina, eu quero achar a cabeça dele para dar uma bengalada!

CAGADA
Manuel e Joaquim passeavam pela praia quando,uma gaivota caga bem na careca do Manuel, que diz, enojado:
- Podes me arranjaire um pedaço de papel higiênico, ó Joaquim?
- Tarde demais! Ó pá! A gaivota já se foi!

ÍNDIO
Uma loira bem gostosa está dirigindo no interior do Texas quando quebra seu carro.
Um índio a cavalo que está passando por ali oferece uma carona até a cidade mais próxima. Ela monta na garupa e o cavalo sai galopando. A viagem segue sem incidentes, exceto pelos berros que de vez em quando o índio dá. Quando chegam na cidade, o índio a leva numa oficina. Ela desce e se despede, e o índio agradece efusivamente.
- O que é que deixou o índio tão excitado? - pergunta o mecânico.
- Eu não sei - responde a loira - Eu apenas sentei atrás dele no cavalo, passei os braços em volta do peito dele e me segurei no apoio da sela.
- Mocinha - explica o mecânico com um sorriso - Os índios NÃO usam sela!

Nenhum comentário: