Pesquisar este blog

10.2.10

Cheng-Pong 568

Exemplar original em PDF

Frase: Você sabe que a idade está chegando quando seu médico lhe recomenda exercício ao ar-livre e você pega o carro e sai guiando com a janela aberta.

Tres regras para o ENVELHECIMENTO MASCULINO
- Nunca ignore um banheiro
- Não desperdice uma ereção;
- Nunca confie num peido.

CAFEZINHOS
Um grupo de brasileiros tendo terminado de almoçar quis tomar café.
O primeiro disse:
- Garçon, um café.
O segundo disse:
- Dois, levantando os dedos.
O terceiro, apressadamente, disse:
- Três,
e por fim o quarto disse:
- Quatro.
O garçon trouxe 10 cafezinhos. Ao ser indagado por que trouxera tanto café para quatro pessoas, ele respondeu:
- Ora um pediu um, outro dois, outro três e o outro quatro faça a conta e vejam se não são 10!!

HORÁRIO
Uma sujeito numa sexta-feira perguntou ao Manoel comerciante se ele fechava no sábado. O Manoel respondeu que não.
No sábado, ele voltou e deu com a cara na porta fechada.
Na segunda-feira, cobrou irritado do Manoel:
- O senhor disse que não fechava!
- Mas como vamos fechar se não abrimos?

QUEM REALMENTE DESCOBRIU O BRASIL?
-Se você pensou em Pedro Alvares Cabral, errou. Quem chegou primeiro aqui foi o povo árabe. Por que?
Ao avistarem a terra gritaram:
-Comandante Salim, Teerraa a vistaaaaa!
-Volta pra trás, porque só compro fiado!...

LARANJAS
O cara recebe dois mil alqueires de terra como herança e planta tudo com laranja. Na época da colheita, o desastre: os preços lá embaixo, os juros bancários lá em cima, o governo nem aí com a agricultura... prejuízo total! Falido e desesperado, o cara não dorme, não come, não faz nada. Só pensa nos dois mil alqueires de laranja.
Um amigo, ao vê-lo nesse estado, aconselha:
- Ficar assim não vai resolver o problema. Você tem que relaxar. Pega uma mulher novinha, tomas umas cervejinhas, passa o dia com ela num motel, você vai ver como as coisas não vão parecer tão ruins...
Ele segue o conselho. Leva uma gatinha pra um motel distante. No quarto, a gata peladona na cama e ele, também pelado, andando de um lado para outro, com as mãos atrás das costas, pensando nas laranjas!
Ela chama, faz charme, abre as pernas, nada adianta. O cara continua andando e resmungando. Aí, ela diz, com um sorriso maroto nos lábios.
- Ah! Já sei, seu danadinho! Você quer que eu chupe, né?
- Mas, como? Dois mil alqueires?!

ZÉ DA VENDA
O Joãozinho chega para o pai e pede:
-Paiê, me dá 20 Reais!?
-Pra que você quer o dinheiro, meu filho?
-Quero ir na zona pegá uma doença venérea...
-Que idéia é essa? Qual o motivo disso?
-Éu tinha uma moedinha e fui na venda do Zé comprar um pirulito e ele falou que a moeda não dava e não me vendeu.
-Mas, porque a doença venérea?...
-Depois da zona eu como a empregada. O senhor vai lá comer ela também e a doença passa pro senhor. O senhor come a mamãe e passa pra ela. O Zé da Venda vem comer a mamãe e vai se ferrá!

FUNCIONÁRIO
Um funcionário público está mexendo no baú quando encontra uma lâmpada, daquelas que, quando esfregadas, costuma aparecer um gênio.
-Pois não amo, quais seus três desejos?
- Eu gostaria de ser belo e musculoso como um top model masculino...
E imediatamente o gênio o transforma num Adônis. O cara pede a seguir:
- Gostaria de estar numa ilha povoada exclusivamente de morenas ninfomaníacas.
E, imediatamente, o funcionário aterrisa numa praia de areias brancas, rodeado de jovens ninfetas que lhe lançam olhares cheios de desejos.
Então o funcionário diz ao gênio seu terceiro desejo:
- Gostaria de nunca mais ter que trabalhar!
E pronto! O funcionário é mandado de volta para sua mesa na repartição.

Prova de Vestibular no RJ (Universidade Gama Filho)
Questão: Faça uma análise sobre a importância do Vale do Paraíba.
Resposta do candidato:
“O Vale do Paraíba é de suma importância, pois, não podemos discriminar esses importantes cidadãos. Já que existem o vale-transporte e o vale do idoso, por que não existir também o Vale do Paraíba?! Além disso, sabemos que os paraíbas, de um modo geral, trabalham em obras ou portarias de edifícios e ganham pouco. Então, o dinheiro que entra no meio do mês - que é o vale - é muito importante para ele equilibrar sua economia familiar.”

BEBUNS PESCANDO
Dois bebuns pescavam com os pés dentro d’água, quando chega um jacaré e arranca o pé de um deles com uma mordida. De tão anestesiado pela cachaça, o pinguço se vira para o colega e, na maior calma, diz:
-Ei, um jacaré comeu meu pé...
-Qual? Perguntou o outro...
-Sei lá, jacaré é tudo igual!...

O CURIÓ
O cara morava em frente ao apto. da Tiazinha e morria de tesão por ela. Um dia ele tocou a campainha, ela atendeu:
- Suzana, eu estou louco por você. O que você quer pra passar uma noite comigo? Pode pedir qualquer coisa!
- O que você está pensando que eu sou? Eu não vou passar uma noite com você, seu tarado!
- Por favor!!! Sou um cara rico, posso te dar qualquer coisa!
-Não.
- Pensa bem, Suzana... QUALQUER COISA!
-Bem, só tem uma coisa que eu quero e não consegui... Sabe o negão que mora aqui no andar de cima? Pois é, ele tem um curió liiiiiiiiindo...
-É... Você quer que eu compre o curió dele pra você?
-Pois é! Ele não vende o curió por dinheiro nenhum no mundo! E eu sou doida pelo curió.
-Eu vou lá e duvido que o cara recuse minha proposta!
O cara foi até o apartamento vizinho, voando. Um negão de dois metros de altura e um e meio de largura atendeu:
-Cara... Vende o seu curió pra mim!!! Eu pago o que você quiser, cara!
-Não adianta! Eu não vendo o curió por dinheiro nenhum!
- Eu faço qualquer coisa!
- Hummm... qualquer coisa? Se você liberar pra mim o fiofó eu deixo você ficar com o curió.
O cara pensou no sofrimento que ia ter, no prazer que a Tiazinha ia lhe dar e aceitou:
- Eu topo! Mas, pra garantir, o curió fica na minha mão!
- Fechado!- respondeu o negão, tirando a roupa e entregando o curió para a vítima.
Quando ele carcou a metade de uma vez, o cara começou a gritar e chorar desesperadamente, soluçando.
- Pô, cara! Tá chorando por quê? Tá doendo tanto assim?
- Não - respondeu ele, chorando ainda mais - É que eu matei o curió!!!

Nenhum comentário: