Pesquisar este blog

23.4.10

Cheng-Pong 578

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF

Frase:
É difícil dizer qual é a mulher certa, mas as erradas a gente identifica de cara.

SUBINDO
Depois de dois ano, a mocinha, vindo do interior, recebe a visita dos pais em seu luxuoso apartamento.
-Minha filha, estou orgulhosa de você. E pensar que chegou aqui com uma mão na frente e eoutra atrás. Como conseguiu tudoi isso?
-Foi fácil mamãe. Primeiro tirei a mão da frente. Depois, tirei a de trás também.

JACARÉ
Disseram para a loirinha que o chique era ter sapatos de jacaré.
Andando pelas lojas ela verificou que os preços eram absurdos e resolveu caçar o seu próprio jacaré.
Explicaram a ela que era muito difícil e perigoso, mas ela não quis saber. Fez as malas e seguiu viagem para o pantanal.
Como demorava muito para retornar, parentes preocupados seguiram seu rastro e encontraram a moça dentro de um lago, com um revílver na mão. A poucos metros dela estava vindo um jacaré enorme. Ela deu um tiro matando o bicho. Em seguida, ararastou-o até a margem, onde estava pelo menos uma dúzia de jacarés mortos. Com muita dificuldade, retirou o bicho morto da água e exclamou:
-Merda! Mais um sem sapatos!

R$ 100,00
Dois mendingos pediam esmolas em uma esquina, quando de repente um ganhou cem reais. O outro mais que depressa disse:
-Cara! O que você vai fazer com tudo isso?
-Vou comprar 80 litros de pinga e 10 pãezinhos!
-Não acredito!
-Nã acredita em que?
-Que você esteja com tanta fome assim!

LEITE
A professora chama o Joãozinho e pergunta:
-Joãozinho, cite cinco coisas que contenham leite.
-É prá já, fessora! Um queijo e quatro vacas.

LAUDO MÉDICO
Certa vez, numa cidade no interior do Piaui, um delegado que atendia e registrava a queixa de uma moça que se dizia deflorada pelo namorado, na ausência de médico na cidade, pediu um laudo por escrito a uma parteira afamada na região para anexar ao processo.
Eis o laudo técnico:
"Eu, Maria Francisca da Conceição, parteira mó do destrito de Piracuruca, estado do Piauí, declaro para o bem do meu ofício que, examinando os baixos fuditórios de Maria das Mercedes, constatei manchas rôxas na altura da críca, que pra mim ou foi supapo de pêia ou cabeçada de pica."

PROVA RÚSTICA
O sujeito está na cama com a amante quando ouve os passos do marido. A mulher manda-o pegar as roupas e pular pela janela. Ele reluta, porque está caindo uma chuva forte. Mas, não tendo outro jeito, pula e cai na rua, no meio da prova rústica. Ele aproveita e corre junto com os outros, que o olham de um jeito esquisito. Afinal, ele está pelado!
Um corredor pergunta:
- Você sempre corre assim pelado?
- Sim! É tão bom ter essa sensação de liberdade…
Outro corredor pergunta:
- Mas você sempre corre assim pelado carregando suas roupas?
Sujeito não se dá por vencido:
- Eu gosto assim. Posso me vestir no fim da corrida e pegar o carro para ir para casa…
Um terceiro corredor insiste:
- Mas você sempre corre assim pelado carregando suas roupas e com uma camisinha no bingolim?
O sujeito responde:
- Não. Só quando está chovendo…

60 ANOS DE CASADOS
Dois velhinhos comemoravam, com um jantar, o 60º aniversário de casamento, em um pequeno restaurante Ele diz:
- Véia, lembra da nossa primeira vez, 60 anos atrás? Nós fomos lá atrás do restaurante, você se apoiou na cerca e...
- Eu lembro muito bem.
- Que tal repetirmos agora?
- Oh, você é um sacana, mas parece uma boa idéia!
Um policial sentado ao lado ouve a conversa e pensa: “Essa eu não posso perder”.
Eles caminham até lá, ajudados por bengalas. Chegam à cerca, a velha ergue a saia, tira a calcinha, o coroa baixa as calças. Ela se agarra na cerca e começam. De repente, explodem no sexo mais furioso que o policial já tinha visto.
Finalmente caem exaustos e depois de mais de meia hora deitados se recuperando, os dois se levantam, e se vestem.
O policial, perplexo, se aproxima e pergunta:
Como vocês conseguem? Qual é o segredo dessa energia toda?
- O velhinho com os cabelos assanhados e cara de estar em outro mundo responde:
-Sei lá...... Sessenta anos atrás essa cerca não era eletrificada...

AS FASES DO NAMORADO
1 MÊS - O cara de tão envergonhado nem entra na casa dos sogros, fala baixo, vai embora cedo e tem medo do cachorro.
2 MÊS - O cara entra na casa de cabeca baixa, não come nada, fala que tá de barriga cheia e nem beija a namorada perto dos sogros.
3 MÊS - Aceita o café mas dispensa do bolo, pede pra ir ao banheiro e educadamente toma cuidado pra não fazer aquele ``barulhinho``.
4 MÊS - Aceita o café, come do bolo, passa a mão no cachorro e dá uma olhada pras coxas da cunhada.
5 MÊS - Aceita a janta, vai no banheiro não lava a mão, dá uns amaços na namorada no sofá.
6 MÊS - Se serve sozinho, vai no banheiro e não dá descarga, dá uns tapinhas nas coxas da cunhada.
7 MÊS - Já chega perguntando o que tem pra comer, abre a geladeira, come toda mistura, bebe a cerveja do sogro e começa a cantar a cunhada.
8 MÊS - Faz todas suas refeições na casa, toma banho e deixa o banheiro molhado, usa o banheiro com a porta aberta, reclama da que não tem papel, se enxuga com a toalha da sogra.
9 MÊS - Reclama da comida, pede dinheiro e o carro emprestado pro sogro, transa com a namorada no sofá, e dá uns amaços na cunhada, e ainda bate no cachorro.
10 MÊS - Anda só de cueca pela casa, dorme na casa, leva os amigos pra jogar truco, xinga a sogra.
11 MÊS - Dá o cachorro pra carrocinha, fica bêbado e vomita no sofá, engravida a namorada e a cunhada, faz rolo na televisao e bate o carro do sogro.
12 MÊS - Termina o namoro e vai embora porque aquela família é muito chata.

Nenhum comentário: