Pesquisar este blog

6.5.10

Cheng-Pong 580

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF

Frase:

"Resolvi os problemas de minha vida: misturei Activia com Johnnie Walker! Tô cagando e andando!!"

GORILAS
O Joãozinho estava numa festa e, apesar de expressamente proibido pelo pai de abrir a boca, resolve contar uma das suas histórias porcas diante das senhoras amigas da mãe:
- Hoje atracou ali na doca do porto um navio cheio de gorilas com pintões do tamanho de pepinos gigantes, assim ó!
As senhoras, indignadas, começaram a fugir da sala horrorizadas com o que ouviram.
O Joãozinho completa:
- Tenham calma que o navio vai ficar duas semanas.

CONVERSA
Conversa de dois guris na borracharia Jacomini, de Sarandi:
-Ontem eu descobri que meu pai ainda chupa chupeta.
-Ué, como foi?
-Deitei mais cedo e escutei o pai falando pra mãe: “Amor. cadê minha chupetinha!!!”

VILMAR
Mulher para a outra:
- Que bonitinho o seu bebê. Como ele chama?
- Vilmar.
- Vilmar? Que nome diferente... por que você pôs esse nome nele?
- Porque ele foi concebido na primeira vez em que eu vi o mar.

BENZEÇÃO
O mineirim embarcou no trem lá pras bandas de Minas. A certa altura o chefe grita:
-Estação Santa Terezinha!
O Mineirim faz o sinal da cruz.
Na estação seguinte o chefe:
-Estação Santo Antonio!
O mineirm novamente faz o sinal da cruz.
Mais adiante:
-Estação Santa Cecília!
O mineirim outra vez se benze rapidamente.
Aí chegaram na estação Bananeiras e o chefe notou que o mineirim se benzeu novamente. Curioso perguntou:
-Uai, em toda estação que tinha nome de santo você se benzeu, mas agora se benzê na estação bananeira?
-Você não viu que era São Tomé!

LUA DE MEL
Na manhã seguinte à noite de núpcias, a noivinha amanhece chorando.
- Que houve? - pergunta assustado o marido.
- É que ontem à noite... - ela começa a responder.
- Ontem à noite? Te machuquei? Você não gostou?
-Não, não. Pelo contrário, foi maravilhoso - ela se explica, apontando o membro dele, em repouso. - Mas veja, numa única noite nós já o gastamos todo!

APOSENTADORIA
O cérebro convoca os órgãos do corpo para sua convenção anual. Depois de um rigoroso check-up dos sistemas, a sessão é aberta aos debates e comunicados:
- Eu gostaria de anunciar - levanta-se o coração - que pretendo me aposentar. O meu dono adora frituras e todo esse acúmulo de gorduras está obstruindo minhas artérias.
- Vou examinar seu pedido - Quem é o próximo? Levante-se por favor.
- Eu! - fala o estômago. - Esse cara há trinta anos come toneladas de pimenta e eu não agüento mais. Requeiro minha aposentadoria.
- Pensarei no seu caso - diz o cérebro. - Vamos ao próximo!
É quando uma vozinha fraquinha se ouve lá de trás.
- Quem é você? - o cérebro esbraveja. - Levante-se, ora!
- Bem... - a voz sem forças mal consegue ser ouvida. - Se eu pudesse me pôr em pé, não estaria me aposentando.

VELHINHO
O velhinho de 75 anos sai todo satisfeito do quarto da garota que sustenta há algum tempo e, na porta do apartamento, se despede:
- Se prepara que dentro de um mês já estarei de volta, minha gatinha...
- Seu velho tarado... Você só pensa nisso???

MÚSICO
Um músico mambembe tenta ganhar um dinheiro tocando acordeão no meio da praça. Aparece um fiscal e o interroga:
- Tem licença?
- Não.
- Então, por favor, queira me acompanhar.
— Pois não. E que música o senhor vai cantar?

NA PORTA DO CU DO DONO
(Maciel Melo e Zé Marcolino - poetas cearenses)
Essa rôla antigamente vivia caçando briga
Furando pé de barriga
Doidinha pra fazer gente
Mas hoje tá diferente
No mais profundo abandono
Dormindo um eterno sono
Não quer mais saber de nada
Com a cabeça encostada
Na porta do cu do dono.

Já fez muita estripulia
Firme que só bambu
Mais parecia um tatu
Fuçava depois cuspia
Reinava na putaria
O priquito era seu trono
Trepava sem sentir sono
E sem precisar de escada
Mas hoje vive enfadada
Na porta do cu do dono.

Nunca mais desvirginou
Uma mata vaginosa
Há muito tempo não goza
A noite de gala passou
Vive cheia de pudor
Sonolenta e sem abono
Faz da ceroula um quimono
E da cueca uma estufa
Vive hoje a cheirar bufa
Na porta do cu do dono.

COMPRA
Pai e filho olham uma cabra. O pai pega no rabo do animal, puxa para cima e olha a traseira muito atentamente. O filho fica intrigado:
- Pai, pra que isso?
- É para saber se a cabra é boa. Se for, eu compro.
-Então o seu Zeca quer comprar a mãe.

CEGONHA
A menininha pergunta ao irmão mais velho:
- Pra onde é que a cegonha vai depois que entrega o bebê?
- Pra dentro da calça do papai, é claro!

CRACHÁ
Um oficial do DEA (Drug Enforcement Administration) vai a uma fazenda, no Texas e diz ao dono, um velho fazendeiro:
-Preciso inspecionar sua fazenda por plantação ilegal de maconha!
- Ok, mas não vá naquele campo ali.” - E aponta para uma certa área.
O oficial puto da vida diz:
O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo?" e tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro:"Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero....e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? me fiz entender?”
O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo.
Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo para salvar sua própria vida perseguido pelo Santa Gertrudes, o maior touro da fazenda.
A cada passo o touro vai chegando mais perto do oficial, que parece que será chifrado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O oficial está apavorado. O fazendeiro larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões:
-Seu Crachá, mostra o seu CRACHÁ.

Nenhum comentário: