Pesquisar este blog

31.8.11

E o Lukas?


Conheci o Lukas quando ainda trabalhava na Claspar e iniciava nos cartuns.
Frequentávamos o Bar do saudoso Leley e ali passei alguns conselhos para ele.
Após um período de 10 anos entre Rj e Vitoria-Es retornei a Maringá em 81
e comecei a fazer também meus cartuns na imprensa local. Porém, a crítica direta à política e valores locais como se faziam nessas capitais não se aplicava ainda aqui.
A mentalidade e o poder local não assimilavam essas críticas. Até ameaças recebemos.
O Lukas veio cobrir esta lacuna. Encontrava ele de vez em quando pelas ruas com seu bloco e lapis e cansei de convidá-lo a ir beber umas e outras no Bar União. Ele, porém, preferia ficar no seu reduto no Borba Gato.
O humorista/cartunista é um sujeito que não se conforma em seguir a fileira do matadouro em que estamos todos indo. Ele sai da fila e se coloca debaixo de uma árvore e fica observando os demais passarem, anotando através dos desenhos as fraquezas humanas, de uma forma bem humorada.
Lukas era um desses caras.
Maringá teve uma perda lastimável, porém seus desenhos vão ficar pras sempre.
No cartum estão o Henfil e Glauco, ja falecidos observado a chegada dele e suas turma.

Nenhum comentário: