Pesquisar este blog

6.10.11

Cheng-Pong 652

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF

Frase: Estamos numa época em que o fim do mundo não assusta tanto quanto o
fim do mês.


JEITO CERTO
Um velhinho, meio surdo, entrou na sala de espera de um consultório médico. A recepcionista lhe disse:
-Bom dia senhor, qual o seu problema?-
MEU PROBLEMA É NO PÊNIS, MOÇA!... disse daquele jeito meio gritado que as pessoas que vão ficando surdas costumam dizer.
A recepcionista, assustada e tanto indignada disse:
- O senhor não deveria dizer uma coisa dessas numa sala de espera cheia de gente! Causa embaraço aos outros clientes... O senhor deveria ter dito, por exemplo, que estava com um problema no ouvido e, depois, contava o problema real ao médico lá dentro.
O homem então retirou-se da sala, e minutos depois entrou novamente.
A mesma recepcionista sorriu e perguntou (como se fosse a 1ª vez que o senhor entrava ali):
- Pois não?!
- ESTOU COM UM PROBLEMA NO OUVIDO!
Ela fez um aceno de aprovação e sorriu, triunfante...
- E qual o problema no seu ouvido, senhor ?
- ARDE PRA CARA*** QUANDO EU MIJO!

PALAVRA PROIBIDA
Um circo mambembe, estreia em uma pequena cidade do interior e manda convite para as autoridades; padre, medico, prefeito, juiz, delegado, e reserva um camarote de pista para eles.
Começa o espetáculo e o palhaço na sua apresentação conta umas piadas e pergunta:
-Onde é que a mulher tem o cabelo mais duro? ( A resposta é África).
As madames das autoridades ficaram horrorizadas, e o delegado pondo a mão no revolver exclamou:
-Fiquem tranqüilas, pois se ele disser que é na xavasca eu meto ele na cadeia.

PARA DE FUMAR
O cara, com um cigarro na boca, começa falar que aquilo está lhe fazendo mal, tosse, pigarro…
- Por quê você não pára de fumar, este vício é horrível! – responde o outro.
- Eu já tentei, mas não consigo, parece que me falta algo.
- Você já experimentou bala de hortelã, dizem que ajuda.
- Uma vez me falaram e tentei, coloquei na boca, tentei umas dez vezes com o isqueiro, mas não acendeu!!…

CIDADE
O Tanakinha estava muito mal, num hospital. Uma senhora gordinha, que era voluntária para confortar os doentes, entra no quarto, senta na cama, bem juntinho e puxa assunto:
-O Sr. está passando por este sofrimento, é difícil... Em que cidade você mora?
E o Tanakinha, fazendo muito esforço para falar:
- Soro...ca...ba...
- Que coincidência! Tenho uma irmã que mora lá!
E o Tanakinha, com aquele fiozinho de voz:
- Soro...ca...ba...
- É, foi isso que eu disse! Ela mora em Sorocaba!
- Soro...ca...ba... - diz ele.
- Já entendi! Eu perguntei se você conhece minha irmã!
A mulher mal completa a frase e o Tanakinha toma um fôlego grande, reúne suas últimas forças e grita:
-Eu ném conhece Sorocaba, sua imbecira! Eu tô tentando explicar que soro caba se sinhora continua sentada no mangueirinha!

NA VIDRAÇA
Na delegacia, o policial repreende o sujeito que parece um mendigo:
- Que falta de consideração hein, meu jovem? Além desta velhinha lhe dar um pão pra comer, que você foi pedir na porta da casa, ainda joga uma pedra e estilhaça toda a vidraça da sala dela… poderia me explicar este ato, seu infeliz!
- Seu delegado, me desculpa, mas aquilo não era uma pedra não…
- Ah não! Então o que era o negócio que você jogou?
- Aquilo era o pão!

NA BÍBLIA
O Pastor ia fazer uma pregação sobre a criação da mulher, lendo o testo de Gênesis.
-”Disse Deus, farei uma companheira idônea”.
Neste momento, o ventilador fez a página virar sem que ele percebesse. A nova página era sobre a construção da arca de Noé. Ele, então, continua a leitura:
-”e media 200 covados de altura, 300 de largura...” - o pregador parou meio assustado, olhou para os fiéis e comentou baixinho:
-Que mulherão meus irmãos!

GAGUINHO
Um padre estava distribuindo Bíblias para as pessoas venderem e ajudarem na reforma da igreja. Chega um Gago oferecendo seus serviços:
- Pa...pa...padre, eu ga..go... gosta...taria de aju...ju...da...dar a ve...ve...nder bi...bi...bíblias!
Comovido com a tentativa de colaborar, o padre deu um lote de Bíblias para o Gago. No final da tarde, durante o acerto de contas, o padre ia perguntando para os colaboradores:
- Você, quanto vendeu?
- Vendi duas
- E você?
- Vendi uma
- E você, quantas você vendeu? - perguntou para o Gago!
- Eu va...ve...ndi tu...tudo.
- Tudo?! - espantou-se o padre - Mas como?
- É sa... simples: eu ba... ba...batia na po-po-porta... cha... chegava pa.. pra pe... pessoa e pa...pe...pe... perguntava: a sa...senhora va.. vai ca.. comprar a bi..bíblia ou ca... que... que... quer que eu leia?

FLAGRA
Um sujeito, voltando de uma viagem de negócios, entra em um táxi no aeroporto enquanto se dirigem para casa, ele pergunta ao taxista se ele topa ser testemunha, pois suspeita que sua esposa está tendo um caso e pretende flagrá-la no ato.
O motorista concorda e ao chegarem silenciosamente à casa, sobem pé ante pé até o quarto. O marido acende as luzes, arranca o cobertor e lá está a esposa dele na cama com outro cara.
O marido coloca a arma na cabeça do homem nu.
A esposa grita:
- Não faça isso! Esse homem tem sido muito generoso! Eu menti para você quando disse que herdei dinheiro. Foi ele quem pagou o BMW que eu comprei para você. Ele pagou também o nosso iate novo, foi ele quem comprou e mantém a nossa casa em Angra dos Reis e comprou o nosso título do Yate Tênis Club!!!
Perplexo, o marido abaixa a arma, olha para o taxista e pergunta:
- O que você faria?
O motorista responde:
- Coloca logo o cobertor, antes que ele pegue uma gripe...

Nenhum comentário: