Pesquisar este blog

11.4.12

Cheng-Pong 677

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF

Frase: Malandro mesmo é o chocolate, que mesmo mole conseghue satisfazer uma mulher

GALINHA CAIPIRA
O nonna Sunta resolveu cozinhar uma galinha caipira.
Uns moleques que jogavam bola perto, sentindo o cheiro, aproveitaram que a nonna deu uma saidinha pro banheiro, pularam a janela, pegaram uns pedaços e, só pra sacanear ainda mais, cagaram dentro da panela, e saíram em disparada.
No almoço, o nonno Bepe toma várias branquinhas pra abrir o apetite. Algum tempo depois ele pergunta:
-Quantas galinhas cê matô?
-Só uma, porque?
-Porca pipa, eu já comi 3 pescoços e ainda tem outro boiando na panela!...

AS DUAS SOLTEIRONAS
Helena e Gilda, duas solteironas, são donas de uma farmácia.
Entra um homem e pede uma camisinha.
Helena traz a camisinha:
- É pequena ! Reclama o freguês.
E Helena traz uma maior:
- Ainda é pequena... E Helena pega a maior do estoque.
- Desculpe, mas tem de ser maior...
Helena grita prá Gilda que está no armazém da farmácia:
- Ó Giiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiilda! Tem um homem aqui que precisa de uma camisinha maior que a XXL...!!!!! O que é que eu ofereço?
- Casa, comida, roupa lavada e sociedade na farmácia!

AGENTES DA CIA
A CIA estava recrutando agentes. Foram para a prova final o francês Pierre, o inglês Charles e o portuga Manoel.
-Queremos ter certeza de que os agentes seguem ordens, quaisquer que sejam as circunstâncias. Atrás da porta está a esposa de cada um amarrada. Cada um terá de matar a sua - disse o instrutor. O francês Pierre falou logo que jamais mataria sua mulher.
-Então você não serve, pode ir embora.
O inglês Charles logo pegou a arma e entrou na sala. Regressou em cinco minutos, chorando.
-Não consigo disparar contra a minha amada.
Também foi dispensado. O Manoel foi confiante. Ouviram-se tiros, depois alguns gritos, móveis se quebrando... O heroi apareceu, limpando o suor.
-Óra póis! Você podia ter dito que os tiros eram de festim! Tive de mataire a danada a cadeiradas!.

COISAS QUE MULHER NÃO GOSTA DE OUVIR
Diga coisas sujas: Cueca de mendigo; Banheiro público; Consciência de político; Unhas de mecânico.
Coisas delicadas: Calcinha de rendinha, Fiuk, Qualquer coisa que você não possa quebrar, Emos, Justin Bieber.
Que enlouqueçam ela: Como está gorda!; Olha ali que mulher gostosa!; Meu pinto é pequeno; FUTEBOL; Sua mãe é um pé no saco!; Maquiagem é besteira; Credo como seu cabelo ta feio!; Minha ex-namorada fazia; Até minha cadela beija melhor que você…

REJUVENESCER
Madame foi pra estância hidromineral em Minas, espeançosa que ia dar uma melhorada geral na fachada e foi logo puxando conversa com o porteiro do hotel.
-É verdade que as águas aqui curam as pessoas?
-Olha, dona, imagina que quando eu cheguei aqui, eu tinha um fio de cabelo na cabeça, meus olhos não abriam, eu não falava nem uma palavra e tinha que ser carregado de um lado para outro.
-Inacreditável - disse a madame. Que recuperação! E quando foi que o senhor chegou a esta cidade?
-Eu nasci aqui.

SOGRA
Dona Maria, já com seus 70 e muitos anos, possuía um genro generoso. Todos os dias ele ia a um bar, a uns 4 quilômetros, aproximadamente, buscar um maço de cigarro para a sogra.
Um dia, a velha veio a falecer. O genro generoso, para despedida, colocou no caixão uns 20 pacotes do citado cigarro. Nisso chegou um amigo:
-Você realmente gostava de sua sogra?
-Adorava a velha!
-Já que você disse que gostava dela, eu acredito, vendo que você até colocou os cigarros que ela gostava no caixão. E por que não manda também umas caixas de fósforos?
O genro respondeu:
-Liga não, amigo, porque para onde ela vai existe muito fogo.

VOVÔ E A MOCINHA
Um velhinho muito rico e carinhoso era muito querido naquele lugarejo.
Um dia, uma das moças da rua avisa que está noiva do velho e que vai se casar com ele.
Ficaram todos assustados, mas como ele era muito querido, concordaram.
Viajaram de ônibus para a lua de mel na cidade. Dois dias depois, já de volta, a mocinha desceu do ônibus com dificuldade, andando de pernas abertas, mal conseguindo caminhar.
Todas amigas, curiosas, foram procurá-la pra saber como é que tinha sido a noite de núpcias.
-É aí? Você tá toda assada. O velho compareceu?
-Bem - disse a mocinha - não digo que compareceu, mas foi gentil. Deitou do meu lado, mandou eu abrir bem as pernas e passou a noite toda dando tapinhas em cima dizendo: “Já fui bom nisso, já gostei muito disso!”...

PAI NOVO
O médico chega paara o pai, ansioso na sala de espera:
-Parabéns, o senhor acaba de ser pai de um lindo menino.
-Obrigado! E já posse ve-lo?
-Só tem um ´problema... Ele é negro... e como o senhor e sua esposa são brancos...
-É que, na realidade, ele não é meu filho! Eu fiquei desempregado um tempão e a minha esposa acabou indo trabalhar num filme pornô. E um dos parceiros era um negro...
-Seu filho também tem alguns cabelos loiros...
-É que no filme, ela também teve relação com um dinamarquês...
-O menino tem os olhos meio puxadinhos...
-Pois ela também trepou com um japonês.
Ah! Então, o senhor já pode ver o bebê.
O médico entregou a criança ao pai, que, com cara de desconfiado, segurou-lhe pelos pés e deu-lhe uma bela palmada na bunda. O menino abriu o maior berreiro.
-Puxa, que alívio! - murmurou o pai.
-Como assim? Por que o senhor fez isso com a criança? - perguntou o médico.
-Sabe como é... Queria me certificar de que ele não ia relinchar, latir ou coisa parecida.

Nenhum comentário: