Pesquisar este blog

23.8.12

Cheng-Pong 696

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF


AJUDE O BIGODUDO A ACHAR SEU COELHO

Frase: Usuários de internet no país crescem 12%." Legal isso, já devo estar então com 1,92 m.

HOSPITAL
O enfermeiro para um indivíduo sentado na sala de espera do Hospital:
- O senhor é o DOADOR de sangue?
- Não, sou o DA DOR de estômago.

SMARTPHONE
A caipira ganhou um smartphone num bingo. Perguntaram a ela:
-O que você vai fazer com isso?
-Uai, sô! O fone vô pegá pra mim e o ismarte vô dá pra minha irmã passá na unha!...

PULO
Uma vez Joãozinho perguntou ao pai:
-Pai, Lima pula?
E o pai respondeu:
-Não filho, lima não pula, por que a pergunta?
Ai o filho respondeu:
-É porque quando o senhor vai para o trabalho a mamãe vai la pro quintal e grita: "Pula Lima, pula Lima, pula Lima!

NO CEU
O morto se identifica ao chegar no céu:
- Devo minha morte a um trem.
- Desastre?
- Mais ou menos. O marido dela perdeu o trem. . .

NA AULA
A professora na sala de aula:
- Ritinha, o que significa Curdo?
- Curdo é um integrante de um grupo étnico (Curdos) que se considera como sendo nativo de uma região referida como Curdistão, que inclui  partes adjacentes de Irão, Iraque, Síria e Turquia.
- Muito bem Ritinha, meus Parabéns!!!
- Joãozinho, o que significa Xiita?
Joãozinho:
- Xiita é a Macaca do Tarzan!!

NA JAULA
Dois anos desempregado, o sujeito, desesperado, bate à porta de um circo.
- A única vaga que temos disponível - explica o dono do circo - é de domador de leões!
- Domador de leões? Não creio que eu vá me sair bem...
- Deixa disso, rapaz! Esse emprego é moleza. Você entra na jaula com um chicote na mão e encara o leão. Se ele rugir, você estala o chicote no ar. Se ele der um passo pra frente, você dá um passo pra trás e estala o chicote no ar. Se ele der dois passos pra a frente, você dá dois passos pra trás e estala o chicote no ar novamente. Se ele avançar de novo, você recua e estala o chicote no ar... é fácil...
- Mas... e se eu chegar no final da jaula e não der mais para andar pra trás?
- Não tem problema! Aí você pega um punhado de merda do chão e joga na cara do leão.
- E se não tiver merda?
- Pode ficar tranqüilo que vai ter!

PAPAGAIO
Existia um papagaio numa cidadezinha muito pequena que gostava muito de ficar em cima do muro de sua casa mexendo com quem passava na rua.
Certo dia,passou uma loira e o papagaio gritou:
-Loira gostosa, olha pra cá peituda.
Ela nem olhou e foi embora.
No outro dia, a loira tornou a passar na rua do papagaio e ele, mexeu com ela outra vez:
-Loira gostosa, olha pra cá bunduda.
A loira com muita raiva olhou para o loiro e falou:
-A próxima vez que eu passar aqui e você mexer comigo, vou raspar todo o seu cabelo.
No outro dia, passaram dois carecas e o papagaio gritou:
- Ué, vocês mexeram com a loira gostosa?

INSPETOR
Depois de notas tão negativas em História, o inspetor vai falar com um dos alunos, na presença da professora.
Diz o inspetor:
- Quem incendiou Roma?
O moleque não responde e o inspetor torna a perguntar:
- Então? Quem incendiou Roma?
O moleque continua em silêncio e o inspetor novamente pergunta:
- Quem é que incendiou Roma?
O garoto muito aflito, diz:
- Eu não fui, juro…
O inspetor manda-o sair e diz à professora:
- Você já viu isto? Dizer que não foi ele?
- Sim, mas ele não costuma mentir. Se ele diz que não foi ele, é porque não foi mesmo.
O inspetor fica ainda abismado com esta resposta da professora que decide ir falar com o diretor da escola.
Mal conta o sucedido ao diretor, e ele lhe diz:
- Bem, mas deixe pra lá… O garoto é de boa família, e se tiver que pagar os estragos a família vai pagar…

CABRITINHA

Jojoca tava namorando a Margaridinha já pra mais de um ano e não resolvia nada. Um dia a viúva, mae da garota, chamou o Jojoca:
-Como é, vai casar?
-Num dá, Dona Cota. Tou ganhando pouco, o dinheiro num dá.
-Então, se num tem dinhero pra casá, num tem pra namorá. Vamu acabá cum isso!
E proibiu a Margaridinha de sencontrar com o Jojoca, que ficou num atraso de fazer dó. Não aguentando mais resolveu ir lá pro pasto e voltar a namorar a Mimosa, a cabritinha. Tinha tanto tempo, porém, que ele não se servia da Mimosa, que esta estranhou quando ele se ajeitou em cima dela, segurando nos chifres.
Ela desembestou pelo pasto abaixo indo para a ruazinha do povoado a mais de cem por hora, fazendo um barulhão.  A Dona Cota chegou à janela e só viu passar o Jojoca, como se tivesse voando baixo. Botou as mãos na cintura, com raiva e exclamou:
-Safado! Diz que num tem dinheiro pra casar mas arrumou dinheiro pra comprar uma moto!

BAIXINHO
Era um roceiro baixinho, afobadinho e no mesmo arraial morava uma dona que era sua tara. Um dia ele topa com ela no caminho da roça, tudo deserto, o coração dele desgraça a bater, o nanico se aproxima da moça e leva um papo. E vão para trás de uma moita. O baixinho tremia como se tivesse em cima dum fio elétrico.
A dona era muito alta, a moita desconfortável, tinha que ser em pé. O baixinho catando um toco, uma pedra para subir, fungando afobado, a dona quase desistindo. Ele sobe no toco, alcança a mulher meio  desajeitado, não acha posição, aquele sofrimento. No meio da farra eles ouvem vozes, a mulher imediatamente arria a saia sobre a calcinha e sai correndo. O baixinho cai no chão, se levanta, mal aperta as calças, sai correndo detrás da moita, desesperado, gritando:
-Espera, volta pelo amor de Deus!
Mas a mulher já tinha sumido, ele dá de cara com um pessoal passando no caminho, e com lágrima nos olhos, todo trêmulo, peregunta:
-Escuta... ocêis num viram uma mulher meio comida passar por ai?

Nenhum comentário: