Pesquisar este blog

10.4.13

Cheng-Pong 727

EXEMPLAR ORIGINAL EM PDF

Frase: Na academia só tem dois tipos de mulheres fazendo ginástica: as que precisam e as que não adianta...

PROEZAS
O médico diz pro velho Bepe:
- Pois é, infelizmente sua vida sexual acabou.
- Mas, doutore, os meus amigos da minha idade, 80 anos, dizem sempre que fazem sexo duas, três vezes por semana!
- Mas o problema do senhor não é nas cordas vocais. O senhor pode dizer a mesma coisa que eles dizem!

ÁGUA BENTA

Em uma missa especial para crianças, o padre estava no confessionário pronto para ouvir as revelações dos mini-fiéis. Logo chega o primeiro:
- Eu quebrei a vidraça do vizinho.
- Reze 10 Ave-marias e tome um pouco de água-benta. - diz o padre. E o garoto obedece.
Entra o segundo pivete e o padre pergunta:
- E você? Qual foi o seu pecado?
- Eu bati na minha irmãzinha.
- Hum... Reze cinquenta ave-marias e tome um pouco de água-benta.
O garoto toma a água benta e fica rezando.
Chega o terceiro moleque e o padre logo diz:
- E você, garoto? O que fez?
- Eu mijei na água-benta ontem à noite...

VICIADA EM JOGO
O sujeito era viciado em jogos de computador. Tanto, que quando a esposa morreu ele mandou escrever no caixão: game over.


AULA DE MATEMÁTICA
- Quantos dedos eu tenho nessa mão, Joãozinho?
- Cinco professora!
- Se eu tirar três, o que acontece?
- A senhora fica aleijada!

BICHEIRO
O Manoel quando chegou no Rio, arranjou uma banquinha para fazer jogo do bicho. Conforme foi aumentando seu faturamento, ele começou a bancar seu proprio jogo. No bolso direito ele colocava o dinheiro que ia apostar e no bolso esquerdo o dinheiro que ganhava.
Um dia ele acertou uma milhar na cabeça. Feliz da vida enfiou a mão no bolso pra retirar seu prêmio, mas como a quantia não dava, ele fugiu.

DESPEDIDA
O casal se despede no aeroporto:
– Sempre fico preocupada com as suas viagens de negócios, querido! – comenta a esposa.
– Bobagem, meu bem! Estarei de volta mais cedo do que você pensa!
– É justamente isso que me preocupa!

NO AVIÃO
 A aeromoça oferece uma bebida a um mariquinha que está sentado ao lado de uma freira dentro de um avião.
O mariquinha pede uma champagne.
- A senhora aceita o mesmo que ele, irmã? - pergunta a aeromoça à religiosa.
A freira, indignada, responde:
- Eu prefiro ser agarrada selvagemente por um bruta–montes de dois metros de altura, do que botar uma gota desse álcool na boca!
E o bichinha, devolvendo delicadamente a bebida à aeromoça:
- Desculpe! Eu não sabia que tinha essa outra opção. Vou querer o mesmo que ela...

AVIÃO II
Estavam num avião um alemão, um japonês e um gago.
O avião começa a cair e o piloto avisa que eles teriam que saltar de para-quedas. Só que os para-quedas eram modernos e só abriam de disessem a senha:   FARINHA, FAROFA, FUBÁ.
Primeiro foi o alemão que saltou gritando:
-Farinha, farofa, fubá!
O para-quedas abriu-se.
Segundo foi o japonês que pulou:
-Farinha, farofa, fuba!
E novamente o para-quedas se abriu.
Aí foi a vez do gago:
-Fa-fa-fa-rinha, fa-fa-fa-rofa, fu-fu-fu...  fudeu!

JEITO DE MORRER
Os três velhinhos conversavam no banco da praça:
- Eu gostaria de morrer dormindo - diz o primeiro. - Ir dormir uma noite e nunca mais acordar!
- Eu gostaria de morrer num acidente automobilístico - diz o segundo. - Adoro velocidade!
- Eu gostaria de morrer assassinado - diz o terceiro.
- Assassinado?!
- Sim, por um marido ciumento!


DOR DE BARRIGA
Joãozinho chega em casa com uma tremenda dor de barriga. Corre para o banheiro, abre a gaveta de remédios, pega uns comprimidos e quando vai tomar, sua mãe grita:
- Menino, tira isso da boca! Esse remédio é do seu pai!
- Mas, mãe, esse remédio pode fazer minha diarreia passar... Toda noite eu escuto a senhora gritar com meu pai.
- Gritar o quê, Joãozinho?
-Toma logo esse remédio pra ver se essa merda endurece!

G E L
Dois bêbados discutindo sobre a gripe suína, quando um pergunta para o outro:
- Ei, você viu o novo álcool em gel que lançaram?
- Vi sim, mas eles se ferraram com isso!
- Ué, mas por quê?
- Porque agora eu posso passar no pão!


GAGO
Um gago chegou na farmácia pedindo um remédio para um funcionário novato:
- por...fa..fa..vor... teem... popatapataio...
Sem entender o nome do remédio, o balconista chamou o dono da farmácia, que ao ouvir o gago, imediatamente vendeu o remédio.
Intrigado, o balconista perguntou ao dono da farmacia:
- Que remédio é esse?
- Muito simples,"anceptil", que é um pó que serve para tapar talho (corte), daí... "popatapartaio".